Saudade

Até mesmo o casmurro frequente Ora o cansaço da vida sente Na morbidez de dias vagos Onde longamente faltam abraços. A musicalidade inconsciente, Sem ritmo como quisera, Ora sente a vontade de ser rima Em palavras de um romance-quimera. Enquanto o poeta exímio Gira em torno do gosto ruim, O ser que cria, destrói e […]

Sono dos justos

A Lua, cuja bruma superficial Encanta além do seu nevoado Rés-do-chão, pôs-me a sonhar, Inesperadamente, com Seu sugestivo pensamento Perfeitamente agradável à vista. Fui pega de sopetão, nem imaginei Sequer que cairia em seus braços Doces e perfumados de cafuné. Sensível, confortada e leve, Assim eu estava defronte a melhor Espressão de bondosa noite. Acabei […]